Depois de quatro anos, bonde de Santa Teresa volta a circular

O tradicional bondinho de Santa Teresa voltou a funcionar nesta
segunda-feira (27). A primeira viagem ocorreu às 11h e percorreu entre o Largo
da Carioca
e o Largo do Curvelo. Esse trecho tem 900 metros, e é uma
pré-operação do sistema de passageiros. Essa pequena circulação é apenas 10% do percurso total, que tem 10 quilômetros.

As obras estavam previstas inicialmente para terminar antes
da Copa do Mundo de 2014, mas tiveram vários atrasos por causa de problemas
de execução, um deles no trecho Carioca-Curvelo que teve que ser refeita por
causa de um erro na instalação de rejunte dos trilhos, que impedia o acionamento
do freio dos bondes.  

Nesse período de pré-operação, o intervalo entre as viagens
será de 20 minutos e as passagens não serão cobradas, segundo Carlos Roberto
Osório
, Secretário de Transportes. As tarifas só serão cobradas após a
inauguração da próxima estação, no Largo dos Guimarães, centro comercial de
Santa Teresa, que está previsto para agosto. A passagem ainda não tem valor
definido, mas o valor será inferior ao do ônibus
municipal.

O novo bonde tem um cuidado maior com a segurança. Os carros
têm quatro sistemas de freio, sendo que o quarto é magnético, de emergência, e
só será acionado em último caso. Para
garantir mais segurança nas viagens, não será permitido viajar em pé, a lotação
máxima é de 32 pessoas.

Os bondinhos ficaram 4 anos sem circular, desde agosto de
2011, quando a falta de manutenção do sistema provocou um grave acidentem que
deixou seis pessoas mortas e 50 feridas.

Deixe uma resposta