Fundação Laço Rosa ilumina Cristo e Pão de Açúcar com festa na Atlântica para celebrar o Outubro Rosa

Pestana Rio Atlântica | Foto: Reprodução

Alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância do
diagnóstico precoce do câncer de mama é o que motiva o movimento Outubro Rosa
em todo o mundo. No Brasil, a Fundação Laço Rosa é uma das mais atuantes no
abraço à causa e, em 2016 ilumina, pela primeira vez, dois pontos turísticos do
Rio de Janeiro: o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar.  No dia 04 de
outubro, a partir das 18h, os dois monumentos ganharão a cor rosa como forma de
conscientização para o combate à doença e o Cristo contará com a presença das
atrizes Isis Valverde e Alexandra Richter e da apresentadora Sabrina Sato,
embaixadoras da campanha 2016 da Laço Rosa.

“Promoveremos um encontro único e emblemático para a
celebração da vida, independente de religião. É um dia muito esperado por todos
aqueles que acreditam e batalham pela causa. Reunir pessoas que têm esse mesmo
propósito numa cerimônia de fé significa muito para a Fundação Laço Rosa,
porque é a celebração dos esforços que movemos todos os dias do ano”, destaca Marcelle
Medeiros
, presidente voluntária da Fundação Laço Rosa.

Além das muitas pacientes em tratamento que estarão no
monumento, o tom musical ficará por conta do trio Rio Cordas. A ação tem o
apoio da Arquidiocese do Rio de Janeiro, da Federação Brasileira de
Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), do Parque
Nacional da Tijuca, do Consórcio Paineiras Corcovado e do Trenzinho do
Corcovado.

Em seguida, para marcar a noite, a Fundação Laço Rosa
promove o Coquetel Outubro Rosa, festa que já faz parte do calendário da
cidade, cuja renda da venda dos convites é revertida, integralmente, para os
projetos da entidade. O evento, que acontecerá no rooftop do Pestana Rio
Atlântica, em Copacabana, a partir das 20h, tem curadoria da Inesquecível
Casamento
e comando do RP Vinícius Belo, da Staff Company. A cantora Preta Gil
será a grande atração e fará um pocket show com seus maiores sucessos. Os
convites custam R$300 (trezentos reais), incluindo coquetel, bebidas, e
atrações musicais.

Este ano, o coquetel Outubro Rosa ganha uma decoração
especial assinada por Letícia Carvalho, da TUZ Decoração, que pretende chamar
atenção de quem passar pela Avenida Atlântica na noite do dia 04 de outubro.
Uma iluminação especial poderá ser vista no terraço do hotel, misturando vários
tons de rosa. No comando das carrapetas, a DJ Scarlet, acompanhada pela
violonista Daiana Mazza, considerada a principal violinista pop do Brasil.
 A noite conta, ainda, com uma apresentação do músico George Israel, que
promete embalar a pista de dança com seu famoso sax. O bolo, especialmente
criado para celebrar a data, é assinado pela grife Casal Garcia, vinhos Wine e
espumante Chandon Rosé.

O Coquetel Outubro Rosa conta com o apoio das marcas:
Pestana Rio Atlântica, Essencial etc – Aluguel de objetos de decoração, Casal
Garcia Bolos, Jaqueline Barreto Cerimonial, J. Sholna Reproduções Gráficas
Especiais, Tuz Decoração, DJ Scarlet, Daiana Mazza, Gustative Gourmande,
Frances Chocolates, Fabiana D’ Angelo, Carolina Salles, Segredos da B,
Rosângela Loureiro, Chandon, Chafin, Victor Miguel, Patrícia Prado, Obadia
Iluminação, Ambiente Eventos, Garden Center Bandeirantes, Joe.drinks Bar,
Supermercados Extra, Perrier Nestlé, Red Bull, Exímia Nutricosméticos e
Fabricante Blondine com Be POP e Jackpot. 

“As embaixadoras desse ano também ajudarão a divulgar a
campanha #MaoSempreAlerta, criada pela agência de publicidade F/Nazca com foco
nas redes sociais”, ressalta Marcelle, destacando que a Laço Rosa também pôde
comemorar o lançamento de outra importante campanha em 2016. Batizada de
#fortalizese, a iniciativa patrocinada por Exímia e com parceria da Sociedade
Brasileira de Dermatologia (SBD), tem Alexandra Richter como estrela e está
impulsionando o “Força na Peruca”, programa que capacita profissionais de
comunidades carentes para a confecção de perucas. Até o final do ano serão 30
alunos formados e a previsão de mais 100 para o próximo ano.

Marcas como Carolina Herera, Dumond, Depyl Action, Enjoy,
Zinzane, Dudalina, Wine e Nutrella são os “Amigos Rosa” da instituição e
patrocinam ações e programas.  

Sobre a Fundação Laço Rosa:

Em 2007, a carioca Aline Lopes, com 33 anos e grávida do
primeiro filho, descobriu um câncer de mama e, inspirada pela história de Nancy
G. Brinkera, da instituição Suzan G. Komen for the cure, começou a desenhar o
projeto da Fundação Laço Rosa junto com as irmãs Andrea Ferreira e Marcelle
Medeiros.  A ideia era ajudar e orientar as pessoas com a doença. Nesse
período, o tumor voltou, o projeto de fundar a instituição acelerou e ideia da
criação de um portal onde as pessoas pudessem ter referências sobre a doença
ganhou ainda mais força.

Hoje, a fundadora da instituição não está mais conosco, mas
seu legado foi levado adiante por suas irmãs: além do Banco de
Perucas Online — um projeto pioneiro de doação gratuita de perucas pela
internet para pacientes em quimioterapia, que já atendeu mais de 2.500 famílias
de todo o País e mantém o maior acervo de perucas para doação. —, a Fundação
Laço Rosa também está à frente de iniciativas como Fórum de Políticas para o
câncer de mama; Força na Peruca; Rosas do Morro e a criação da Frente Estadual
de Combate ao câncer de mama.

Um dos pilares da Laço Rosa sempre foi entender e agir para
influenciar as políticas públicas de saúde. Sendo assim, 2016 também foi o ano
de realizar o “Fórum de Políticas para o Câncer de Mama (+ Encontro Estadual de
Pacientes)”, que deu ênfase aos entraves para diagnóstico e tratamento do
câncer de mama no contexto estadual (RJ). “Sentimos a necessidade de construir
essa voz do paciente para brigar pelo tratamento nas esferas públicas e de
juntar as instituições existentes para somar no discurso. Então, mais
recentemente, criamos também um núcleo de Advocacy”, destaca Marcelle, que é
graduada em gestão de projetos e programas sociais, integrante do Professional
Fellowship Program – Women Empowerment Labber 2015 e vem representando o Brasil
numa série de encontros internacionais de organizações de câncer de mama.

 

Deixe uma resposta