Instituto Ekloos e Vale criam festival para apoiar artistas durante a pandemia do coronavírus

Festival UP do Instituto Ekloos em parceria com a Vale | Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os efeitos da pandemia do novo coronavírus andam atingindo não somente a economia mundial, mas também muitos profissionais autônomos, entre eles músicos, bailarinos e atores, ou seja, aqueles que vivem em função da arte em suas cidades, bairros e comunidades. Nas últimas semanas, quem saía de casa para apresentar-se pelas ruas, ou até mesmo em teatros e espaços culturais, viu da noite para o dia suas performances serem canceladas, espaços fechados e possibilidades de realizarem seus espetáculos irem por água abaixo.

Para minimizar estes e outros impactos, o Instituto Ekloos, pioneiro no Brasil em aceleração social, com o patrocínio da Vale, acaba de criar o Festival Up!. O objetivo é “dar um up” na situação desses artistas, possibilitando que sejam remunerados pela criação de conteúdos em vídeo e que o público possa usufruir desses para o seu entretenimento. Uma junção do digital com a cultura e com o social.

“Artistas reconhecidos têm aproveitado esta época de isolamento social para oferecer performances ao vivo a seus fãs de forma gratuita pelo YouTube (“lives”). Estes eventos têm gerado milhões de visualizações em todo o país. Por que não dar visibilidade também para os artistas independentes, que ainda por cima precisam de recursos financeiros para sobreviver durante esta crise? O Festival UP! se propõe a isso, ajudar os artistas de todo Brasil e oferecer entretenimento para quem está em casa”, afirma Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos. 

O Festival Up visa beneficiar mais de 1.000 artistase ficará no ar durante três meses a partir do dia 19 de abril. Haverá atualizações todos os dias, possibilitando que o público se divirta, comente e compartilhe novidades na área artística.

“Nosso olhar ao patrocinar o Festival UP! foi direcionado aos artistas autônomos e independentes investindo em oportunidades de visibilidade às suas produções e fomentando as manifestações culturais brasileiras. Há duas décadas, a Vale investe em cultura no nosso país e neste momento precisamos nos unir e continuar apoiando o setor cultural”, comenta Christiana Saldanha, gerente de Patrocínios da Vale. 

Saiba como funciona 

Serão cinco áreas: Música, Teatro, Dança, Literatura e Humor. Para cada uma delas basta que, os artistas publiquem conteúdos próprios no YouTube e, em seguida, façam a inscrição pela plataforma www.festivalup.org. Os curadores definirão se o conteúdo está apto a participar do Festival. Para cada vídeo aprovado, o artista receberá um cachê de R$ 300,00. Artistas já conhecidos do público e que queiram apoiar o festival podem enviar seu material de forma voluntária e gratuita. O Festival será aberto ao público no dia 19/04, às 14h e ficará disponível até o dia 13/07 às 23h59 (horário de Brasília).

Deixe uma resposta