Linda Conde sai de cena

Linda Conde | Foto: Divulgação
Linda Conde | Foto: Divulgação

Morreu na manhã desta sexta-feira, 20, em São Paulo, aos 85 anos, a Dinamarquesa Linda Conde. Linda morava em São Paulo, no bairro do Pacaembu, há muitas décadas, e quase sempre se dividia entre a terra da garoa e o Rio – ela desfilou por mais de 30 anos como destaque da Beija Flor – , sem nunca esconder o seu amor pela Cidade Maravilhosa e seus cariocas.

O motivo da morte? Natural, isso mesmo. De acordo com amigos próximos da fotógrafa amante do carnaval, ela acordou normalmente, se levantou, brincou com seus cãezinhos e logo em seguida voltou a dormir mas não acordou. Digamos que seja o tipo de morte que qualquer prefira ter, não?

Linda era animada, carismática, e muito festeira. Ficou conhecida no Rio por suas esbanjadas festas, nas melhores suítes do Copacabana Palace, além de seus figurinos luxuosos e muito poderosos para sair como destaque no carnaval. Lançou em 2005 o livro “A História do Sapato no Século 20” (Alexa Cultural) onde mostrou a virada do século quando os calçados ganhavam novas técnicas de cores, novos modelos e materiais. Linda dividiu a obra por décadas, indo dos anos 10 aos anos 90, ilustradas por várias fotos sobre sapatos nas mais diversas situações e contextos, mostrando desde um calçado de couro com salto duplo, do século 16 até os sapatos fetiches e botas francesas da Belle Epoque.

Linda será cremada às 10h deste sábado (21) no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Aqui, relembre a homenagem que este site fez para Linda em 2015.

Deixe uma resposta