Trio carioca foca em representar o Rio e seu estilo de vida através da arte

José Aslan Setton, José Eduardo Setton e José Setton | Foto: Divulgação

A Blu-x, marca de t-shirts masculinas e
femininas, nasceu da união de três sócios que queriam representar o Rio de
Janeiro e o estilo de vida do carioca através da arte. No mercado desde 2007,
os primos e sócios José Aslan Setton, José Eduardo Setton e José Setton
iniciaram a marca vendendo camisetas para amigos e familiares e participando de
feiras. Os modelos fizeram tanto sucesso que em pouco tempo eles abriram sua
primeira loja, no centro do Rio. Hoje, a Blu-X conta com mais
cinco endereços – Tijuca, Ipanema, Copacabana, Centro e, a recém-inaugurada, em
Niterói.

A
proposta da loja é oferecer um produto de qualidade, com design contemporâneo,
a um preço competitivo. Todo o processo de desenvolvimento das peças é
realizado pelos próprios sócios – desde a criação das estampas até as escolha
dos tecidos e cortes. Apresentar as paisagens, cenas e elementos da Cidade
Maravilhosa de forma diferenciada é o grande desafio da Blu-x.

O
carro-chefe da marca são as estampas do Rio que aparecem em mini coleções ao
longo do ano e, para isso, os meninos abusam da criatividade e irreverência na
criação das camisetas. Atualmente, a marca aposta na linha Organix – que se
destaca por suas t-shirts feitas de malha produzida a partir da reciclagem de
garrafas pet – e na linha em parceria com o movimento 30 Todo Dia. 

 

A ideia surgiu a partir da
necessidade dos sócios de usufruir das paisagens e do jeito carioca de ser
através das t-shirts. 

 

RR bateu um papo com os sócios.
Confira:


RR – De onde surgiu a ideia em criar uma marca que tenha a
cara do Rio?

Blu-x – Ter a cara do
Rio é retratar não só o visual da cidade, mas tudo que rodeia o carioca. O
verão o ano inteiro, o samba, a cerveja de 5a feira, as praias e o esporte que
conseguimos praticar na cidade. Isso tudo misturado com o ‘caos’ que
toda grande cidade tem. 

RR – É possível oferecer um produto de qualidade, com
design contemporâneo, a um preço competitivo? Se esta é a proposta, como a
marca faz para apresentar um produtor de qualidade a um preço baixo?

Blu-x – Temos essa filosofia de ter um preço de venda justo.
Como a produção é 90% própria conseguimos (ou pelo menos tentamos) praticar um
preço bem legal aliado com a qualidade nos processos de produção. Trabalhamos
com fornecedores de 1a linha do Brasil. 

RR- Com a chegada da Copa em 2014 no Brasil, quais são as
ações que a marca já planejou para a data?

Blu-x – Nosso produto é brasileiro. E a ideia para a Copa do
mundo é alinhar isso tudo. Temos um coleção específica para a Copa, com
t-shirts mostrando um pouco mais do ‘futebol arte’ do Brasil e com
camisas Retrô de países como Itália, Alemanha, Holanda, Argentina e
Espanha. 

RR – Quais são os elementos do Rio mais procurados nas
estampas?

Blu-x – As linhas que estão sempre em alta são os pontos
turísticos como o Cristo Redentor e o Maracanã. Mas temos infinitos elementos
que sempre temos que ter nas lojas como a Lapa e as praias cariocas.

Deixe uma resposta